CBDA, Natação, Polo Aquático, Maratonas Aquáticas, Saltos Ornamentais

Natação

09/12/2020 20:56:00

Steverink brilha em dia de recordes da base e vitórias de atletas da Seleção


Nadador da AABB São Paulo venceu sua primeira prova em Troféu Brasil

Foto: Ricardo Sodre/SSPress/CBDA Steverink brilha em dia de recordes da base e vitórias de atletas da Seleção
09/12/2020 20:56:00

(Rio de Janeiro, 9 de dezembro de 2020) Stephan Steverink foi o grande nome desta quarta-feira (9), primeiro dia do Campeonato Brasileiro Absoluto – Troféu Brasil de Natação, realizado na piscina do Vasco da Gama, no Rio de Janeiro. Apesar de ser da categoria juvenil 2, o atleta da AABB São Paulo conquistou seu primeiro título de Troféu Brasil e, além disso, quebrou duas vezes o recorde brasileiro de sua categoria.

+Assista às etapas do Troféu Brasil

+ Veja as fotos do evento

Ao todo, três recordes brasileiros de categoria caíram. Stephan já havia feito melhor tempo dos 400m medley pela manhã: 4m20s09, até então novo recorde da categoria juvenil 2. Na final, porém, o nadador da AABB encaixou o nado peito e o nado costas para nadar para 4m19s01.

“Estou muito feliz. Este é meu primeiro pódio de Troféu Brasil e logo uma medalha de ouro. Estou muito orgulhoso do que fiz aqui hoje. Foi mais um passo para o índice olímpico que eu desejo fazer na seletiva do ano que vem”, disse.

O dia foi de recordes também entre as meninas da base. Nos 100m borboleta feminino, Stephanie Balduccini, do Paineiras, estabeleceu a nova marca da categoria juvenil 2: 1m00s53, enquanto Beatriz Bezerra nadou para o novo recorde brasileiro da categoria infantil 2: 1m02s32. A vencedora da prova foi a venezuelana Jeserik Sequeira (1m00s21).

O Minas Tênis Clube brilhou com atletas que são figuras frequentes na seleção brasileira. Vinicius Lanza foi o campeão dos 100m borboleta com 52s23, seguido por Victor Baganha, também do Minas, com 52s52, e Jose Angel Gomez foi o terceiro mais rápido com 53s12.

“Participar do evento na Hungria foi bastante importante para mim. Aqui também é uma competição muito importante para quem conseguiu vir. O tempo, diante de tudo que vivemos, foi bom, mas o importante é voltar a nadar depois desse período sem conseguir ir às piscinas”, falou Lanza à TV CBDA.

Nos 800m livre, Guilherme Costa, recordista sul-americano da prova, foi o mais rápido com 7m58s03. Diogo Villarinho, que assim como Guilherme esteve no último Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos, terminou em segundo com 8mo1s21. Alexandre Finco, do Grêmio Náutico União, completou o pódio com 8m06s61.

“Achei muito importante voltar a competir. Estamos treinando bastante e aos poucos vamos voltando ao ritmo de competição. Agora é focar na seletiva, onde eu quero estar no meu melhor momento físico e técnico para chegar à minha primeira participação olímpica”, falou Cachorrão.

Na versão feminina da prova, Viviane Jungblut foi a melhor brasileira com 8m40s46, ficando atrás apenas da argentina Delfina Pignatiello, que terminou os 800m livre em 8m37s87. Aline Rodrigues foi a terceira mais rápida com o tempo de 8m45s98.

O Troféu Brasil de Natação continua nesta quinta-feira, com eliminatórias às 9h30 e finais a partir das 18h (de Brasília). A competição é transmitida ao vivo pela TV CBDA: tvcbda.tvnsports.com.br.